Como tirar o registro de corretor de imóveis

D

Dentro do mercado imobiliário a corretagem de imóveis é uma das profissões mais atraentes devido as perspectivas de ganhos financeiros e crescimento na carreira. Mas ao contrário do que muitos podem pensar, não basta passar por um processo seletivo de emprego ou abrir a própria imobiliária para atuar na área. É preciso se profissionalizar e, principalmente, obter o registro profissional de corretor junto ao CRECI.

Hoje no blog vamos falar com você que quer entrar no mercado imobiliário e precisa entender para que serve e como tirar o registro profissional. 

Vamos lá!

Primeiro passo: modalidades de formação

A principal função do curso é preparar o profissional para compreender as complexidades do mercado imobiliário e como utilizar as ferramentas tecnológicas que auxiliam em seu trabalho como corretor de imóveis. 

Saiba mais sobre o curso Técnico em Transações Imobiliárias do Curso Evidente. 

Tendo isso em mente, antes de se tirar o registro de corretor imobiliário, você vai precisar se profissionalizar e isso pode ser feito de 3 formas distintas, sendo a mais conhecida através do curso técnico em transações imobiliárias, que dura aproximadamente 9 meses. 

A formação técnica acaba sendo a mais procurada devido a rapidez com que o profissional pode ingressar no mercado de trabalho. Após 30 dias de curso é possível começar o estágio obrigatório e em menos de 1 ano já ser um corretor imobiliário credenciado junto ao CRECI. 

Muitos profissionais de sucesso optam pela formação técnica, mas ainda existe a possibilidade de obter a formação de tecnólogo no curso de Gestão Imobiliária com duração de 2 anos ou na formação de bacharel no curso de Ciências Imobiliárias, com duração de 4 anos. 

Independente da formação escolhida, o aluno deve ser maior de 18 anos e ter o ensino médio completo. 

Não tem o Ensino Médio completo? Saiba mais sobre o “Encceja: uma das provas mais importantes do Brasil” e como o Curso Evidente pode te ajudar em tempo recorde a conquistar o diploma. 

Segundo Passo: estágio

O estágio é uma etapa obrigatória nos cursos de Transações Imobiliárias e fazem parte da carga horária do aluno, sendo indispensável a quem deseja ingressar no mercado imobiliário. 

Enquanto estagiário você poderá acompanhar todas as atividades de um corretor de imóveis em exercício e até eventualmente redigir propostas e apresentar imóveis a clientes, sempre sob a supervisão do profissional credenciado. 

O estagiário não deve, por exemplo, atender clientes sozinho, assinar documentos ou ser colocado na posição de responsável civil ou legal por quaisquer transações imobiliárias. 

O CRECI também exige que o estagiário seja registrado como tal junto ao órgão. O registro pode ser feito pela internet no site do órgão. O aluno deverá preencher o formulário disponibilizado, apresentar documentação exigida e pagar as taxas indicadas, e seguir demais instruções da instituição em cada estado. 

Terceiro passo: tirar o CRECI

Com o curso e o estágio obrigatório concluídos, você está pronto para se tornar um corretor de imóveis regulamentado após tirar o registro de corretor de imóveis.

O processo de solicitação de Identidade Profissional junto ao CRECI pode variar de estado para estado, porém, tendo em base as indicações do CRECI-PR, podemos indicar as seguintes documentações:

1) Diploma de TTI ou Gestão de Negócios Imobiliários (original e cópia) ou Certificado de Conclusão (original);

2) Três fotos 3 x 4 coloridas (traje social);

3) Exibir cópias autenticadas ou cópia simples e originais dos seguintes documentos:

a. Cédula de identidade (necessariamente o RG);

b. C.P.F;

c. Título de eleitor;

d. Certidão de casamento / Averbação / Certidão de nascimento;

e. Certificado de reservista;

f. Comprovante de conclusão do ensino médio ou curso superior;

g. Comprovante de residência em nome do requerente.

Após protocolar o requerimento de registro de corretor de imóveis disponibilizado no site do órgão, você deverá pagar as taxas indicadas, que incluem a taxa de inscrição, cédula de identidade profissional e a anuidade da categoria. 

A entrega das credenciais é feita em ato solene, quando você irá prestar o juramento. 

Com o registro de corretor de imóveis você poderá atuar como profissional autônomo, trabalhar em imobiliárias e incorporadoras, ser correspondente imobiliário da Caixa Econômica Federal, abrir sua própria imobiliária, ou trabalhar em outras atividades relacionadas do seu interesse.

 

Entendeu o passo a passo para obter o registro de corretor de imóveis? Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe aqui nos comentários ou converse com a gente em nossas redes sociais. 

Vamos amar conversar com você no Instagram ou no Facebook

 


Outros destaques