Palavras Homófonas e as pegadinhas da Língua Portuguesa

P

Palavras que são pronunciadas da mesma forma, ou seja, que tem o mesmo som, mas com significados e escritas diferentes, são classificadas como homófonas, podendo ser também chamadas de homófonos. 

Frequentemente confundidas na hora da escrita, o emprego incorreto de palavras homófonas não causa grandes problemas durante uma conversa, porém, a situação é outra quando o assunto são conversas por texto, sejam mensagens de cunho pessoal ou profissional, e a produção de textos para redação em provas importantes, pois o uso incorreto de certos termos pode modificar ou tirar todo o sentido do que você está querendo expressar. 

Os substantivos sessão, seção e cessão são ótimos exemplos de homófonos, pois com apenas a troca das letras “s”, “c” e “ç”, as expressões que soam exatamente iguais, mudam completamente de significado. Para entender melhor: 

a) Sessão: escrita desta forma, a palavra pode ser empregada para se referir a reuniões ou assembleia de pessoas. Exemplos: 

Será necessário mais que uma sessão de fotos para completar esse ensaio. 

A sessão de terapia pode ser marcada para às 14h de amanhã. 

b) Seção: o termo se refere a parte ou divisão de um todo. Exemplos:

A seção de artes do jornal vai passar de semanal a quinzenal no próximo mês. 

A seção de serviços de manutenção pública vai ser transferida para outro prédio da prefeitura. 

c) Cessão: o ato de transferir a posse de um bem ou conceder vantagens a outra pessoa. 

A cessão de órgãos para transplantes deve ser uma escolha da pessoa e a família deve respeitar. 

A cessão parcial dos bens em vida foi uma decisão difícil de tomar.

Como podemos observar, mudanças sutis na forma em que palavras são grafadas podem trazer um significado totalmente diferente do que queremos dizer, por isso, a leitura de livros, histórias em quadrinhos, periódicos, e outros formatos de comunicação textual é tão importante para o enriquecimento do nosso vocabulário.   

Vamos a mais alguns exemplos? 

Houve e Ouve;

Extrato e Estrato;

Acento e Assento;

Senso e Censo; 

Traz e Trás; 

Vós e Voz;

Nós e Noz;

Mal e Mau;

Passo e Paço;

Saudar e Saldar;

Cesto e Sexto;

Cesta e Sexta; 

Sinto e Cinto;

Asso e Aço;

Concerto e Conserto. 

Para tornar essa leitura mais enriquecedora, que tal fazer uma pausa para exercícios? Elabore frases para pelo menos três dos exemplos citados e pesquise mais três exemplos de palavras homófonas que não estão na lista. Depois volte aqui e deixe seus exemplos nos comentários abaixo. 

Continue a leitura deste texto para se preparar ainda melhor para as provas de redação. 

Palavras homônimas e homógrafas

Existe ainda dentro do estudo da Língua Portuguesa, a variação das palavras homônimas e homógrafas. 

No caso das palavras homônimas, as pronúncias são iguais e às vezes são escritas da mesma forma, mas seus significados são diferentes. Exemplos:

a) Caminho 

Substantivo: Qual é o caminho mais rápido para chegar à casa da sua mãe?

Variação do verbo caminhar: Eu caminho 30 minutos todos os dias. 

b) Rio

Substantivo: A água do rio está gelada hoje. 

Variação do verbo rir: Eu rio sempre que vejo uma criança brincar. 

Já as palavras homógrafas são escritas da mesma forma, mas os significados e as pronúncias são diferentes. Como podemos ver nos exemplos a seguir:

a) Almoço

Substantivo: O almoço de Dia dos Pais este ano foi diferente. 

Variação do verbo almoçar: Eu almoço com meu pai todos os anos no Dia dos Pais, mas esse ano não foi possível.  

b) Gosto

Substantivo: O gosto musical do Pedro é bem eclético. 

Variação do verbo gostar: Eu gosto de músicas de estilos bem variados.

 

Tem dificuldades em Redação? O Curso Evidente oferece um curso preparatório para as provas mais rápidas de conclusão dos estudos com foco nos participantes que não dispõem de muito tempo para os estudos, oferecendo a melhor preparação com um número de aulas semanais reduzido. 

Saiba como aqui


Outros destaques