Tem diferença entre Corretor imobiliário e Consultor imobiliário?

C

Corretor e consultor imobiliário são duas profissões diferentes, ambas inseridas no mercado de imóveis, mas que atuam em campos diferentes. Então sim, existem diferenças entre esses dois tipos de profissionais. 

A diferença básica entre os profissionais de cada profissão é que enquanto o corretor trabalha principalmente lidando com processos de compra, venda e aluguel de imóveis, o consultor atua voltado para o mercado como um todo, incluindo quem investe no setor. 

Se você está em busca de aperfeiçoamento para exercer uma atividade profissional dentro do mercado imobiliário, deve pensar, entre outras coisas, em qual cargo e função pretende ocupar e em qual curso fazer de acordo com a carreira pretendida. 

O post de hoje é dedicado especialmente a você que quer saber mais sobre as possíveis atuações como técnico em transações imobiliárias. 

Exigências do mercado

Ambos os profissionais podem atuar em empresas do ramo imobiliário, como agências imobiliárias e incorporadoras, ou como autônomos.

No entanto, o consultor imobiliário é mais comumente requisitado por empresas de investimento na área, devido ao seu conhecimento micro e macroeconômico do setor geralmente ser mais amplo, enquanto o corretor de imóveis tende a ser mais procurado para Intermediar negociações para clientes em busca de adquirir, vender ou alugar um imóvel ou terreno para uso pessoal ou comercial. 

Outro ponto que diferencia os dois é que o corretor precisa ser registrado junto ao CRECI, e para isso precisa ter feito curso específico e cumprido carga horário de estágio, seja ele autônomo ou funcionário de uma empresa, enquanto o consultor imobiliário não precisa da identidade profissional emitida pelo órgão para exercer a profissão a profissão, salvo algumas atividades específicas.

Burlar as regras e se apresentar como consultor exercendo as atividades de um corretor, pode inclusive gerar consequências legais, sendo considerado um crime. Se você pretende dedicar-se a venda e locação de imóveis, busque a formação e os registros exigidos pelo CRECI.

No entanto, o corretor pode atuar também como consultor se ele tiver a qualificação e a experiência para isso. 

Diferenças no cotidiano de um corretor imobiliário e de um corretor imobiliário 

Como já dito anteriormente, o corretor de imóveis atua principalmente em atividades relacionadas a compra, venda, permuta e locação de imóveis e terrenos, auxiliando aos clientes, vendedores e compradores, que precisam de seus serviços de intermediação nesse tipo de transações imobiliárias. 

Nessa função, o corretor atua na busca e escolha do imóvel, bem como presta suporte nos processos burocráticos e jurídicos até a conclusão do negócio. 

Mas além disso, pode também trabalhar na elaboração de estratégias de comercialização de imóveis e terrenos, assessoria de clientes na pesquisa de mercado, administração de imóveis, gestão de fundos imobiliários e prospecção de clientes e imóveis para construtoras. 

Enquanto isso o foco do consultor imobiliário acaba englobando todo o mercado imobiliário. A rotina de um consultor envolve muita pesquisa, pois ele precisa estar sempre antenado para ser capaz de indicar a seus contratantes quais são as regiões e tipos de imóveis que são mais indicadas para seu uso, valorização imobiliária e o tipo de transação que deve ser feita, por exemplo, quando comprar e quando vender uma propriedade.  

Ambos os profissionais podem ser habilitados para fornecer o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM), também conhecido como laudo de avaliação de imóveis. Documento importante utilizado por bancos, seguradoras, investidores, pessoas físicas etc., que funciona como diretriz na tomada de decisões com relação a valores, investimentos e custos. 

Mas enquanto o consultor precisa de formação em engenharia ou arquitetura e registro no CREA ou CAU, seus respectivos conselhos regionais, o corretor de imóveis deve ter formação de nível superior específica na área, nível tecnólogo ou bacharel, ou especialização em Avaliação Imobiliária para estar habilitado a ser inscrito pelo conselho regional no CNAI (Conselho Nacional de Avaliadores Imobiliários) como Avaliador Imobiliário.

Outra diferença importante é na composição de ganhos de cada um. Corretores de imóveis tem sua renda baseada em resultados, podem ter um valor fixo quando são funcionários, mas a maior dos ganhos vem das comissões sobre as vendas ou contratos de aluguel que ajuda a fechar.

O consultor imobiliário pode ter várias formas de receber, dependendo do contrato estabelecido, pode ser por hora, dia, mês ou por projeto. 

Formação profissional 

A grande maioria dos corretores de imóveis busca o curso técnico em transações imobiliárias devido a rapidez com que podem ingressar no mercado de trabalho, de 9 a 12 meses entre o início do curso, estágio e conclusão, mas também é possível obter a qualificação profissional através de curso tecnólogo ou bacharel. 

Já na área de consultoria de imóveis é mais comum encontrarmos profissionais com formação na área de administração de empresas, arquitetura ou engenharia. 

 

Curtiu nosso conteúdo de hoje aqui no blog? Acompanha a gente nas redes sociais. Por lá tem mais conteúdo para você se tornar um profissional de sucesso e ficar por dentro das principais atualizações do nosso curso Técnico em Transações Imobiliárias. 

Facebook 

Instagram

 


Outros destaques