5 Passos para fazer um bom Resumo

O

O resumo é um excelente recurso e parceiro dos estudantes que estão se preparando para provas como o Encceja, concursos públicos, Enem e vestibulares. Mas para que o método exerça sua principal função, que é trazer de forma abreviada as principais ideais de um tema, em meio a grande quantidade de matérias estudadas, ele precisa ser de qualidade. 

Se você ainda enfrenta dificuldades neste quesito, no post de hoje vamos ensinar a você 5 passos para fazer um bom resumo. Vamos lá!

1. Ler e reler o conteúdo

Esqueça aquela leitura única ou apenas “por cima”. O estudo com afinco é também o primeiro passo para um resumo de qualidade, e para isso você precisa ler e reler o texto quantas vezes forem necessárias até se certificar de que compreendeu o assunto.

2. Sublinhe palavras-chave

Mas quando digo “palavras-chave” são palavras-chave mesmo, nada de se empolgar e acabar sublinhando o texto inteiro. Como principal elemento de uma sentença, a palavra-chave precisa servir de referência sobre um assunto e resumir, sem se aprofundar demais, sobre qual é a essência do que está sendo dito. 

3. Identifique as ideias principais e as secundárias

Com maior familiaridade com o texto e a linguagem do autor, você será capaz de perceber com maior facilidade quais informações contidas nele são indispensáveis, identificando assim a ideia ou ideias principais dele e ainda quais informações secundárias são importantes, mas que contribuem para a compreensão de um assunto. 

Resumos de qualidade são excelentes formas de verificar se você consegue identificar quais são as ideias principais e as secundárias dos conteúdos estudados, o que acaba sendo uma maneira de avaliar sua capacidade de interpretação e compreensão de texto e ainda ajuda na memorização. 

Abordamos esse assunto no post “10 Dicas de como estudar interpretação de texto para mandar bem no Encceja”. 

4. Agora é a hora de escrever o esboço

Com o texto todo lido, as palavras-chaves destacadas e as ideias principais e secundárias identificadas, é muito mais fácil reconstruir o texto de forma resumida e usando sua própria linguagem. É muito importante não utilizar trechos destacados da obra original. 

Uma ótima dica nessa etapa é tentar escrever o resumo como se você estivesse tentando explicar o assunto para alguém ou através de respostas de um questionário. Tente simplificar o que foi dito em forma de texto, esquemas, tópicos, mapas mentais, e outras ferramentas que você goste de utilizar. 

5. A versão final do resumo 

Essa é aquela versão que você vai usar lá na frente na etapa de revisão de conteúdo, geralmente às vésperas da prova quando você precisa cobrir uma maior quantidade de conteúdos em menos tempo.

Por isso, releia atentamente o que você escreveu no esboço e busque inserir ou excluir informações que você julgar necessárias, isso vai garantir um resumo com maior coesão e coerência, e elevar ainda mais a qualidade do seu texto, tornando-o um material de estudo excelente. 

O resumo precisa trazer todo o conteúdo em si

Um bom resumo precisa ser o mais breve possível, pois é um material que você irá possivelmente rever algumas vezes até a data da prova e precisa fazer isso e ainda otimizar seu tempo, mas ele deve ser também de qualidade para ser útil e te ajudar a garantir um bom resultado na avaliação.

Por isso, não tenha preguiça durante o processo de produzir um bom resumo, ele será seu grande aliado.  

 

Gostou do conteúdo deste post? Compartilhe nas suas redes sociais e siga o Curso Evidente. 

Instagram: @cursoevidenteoficial

Facebook: facebook.com/CursoEvidenteOficial 

 


Outros destaques